Curso gratuito no Cemeam ensina tingimento e pintura em tecido

Jornal Opinião

O Centro Municipal de Estudos Ambientais de Sapiranga (Cemeam) concluiu, nesta tarde de sexta-feira, 1º de outubro, mais um curso gratuito para a comunidade, com as aulas de tingimento e pintura de tecido. A atividade foi oferecida por meio de parceria da Prefeitura de Sapiranga com o Sindicato Rural do Vale do Paranhana e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

A possibilidade do curso foi destacada, uma vez que as aulas também oferecem a possibilidade de renda através da comercialização dos produtos. Fator lembrado pela aluna Almerinda Wolf, de 69 anos, residente há 50 anos em Sapiranga, no bairro Centenário. “O curso ajuda na renda da família. O meu marido e os meus filhos me apoiam nesse trabalho, e isso é muito gratificante. O curso também me ajudou a combater a depressão.”

Já a sapiranguense Inês Gerhard, de 74 anos e moradora do bairro Centro, considerou as aulas produtivas e um incentivo à vida. “O curso foi maravilhoso e muito producente. Foi um encontro com amigas que proporcionou a revitalização e resgatou a autoestima em nossas vidas.”

No encerramento do curso, iniciado em 27 de setembro (40 horas-aula), na sede do Cemeam, a instrutora e artista plástica Cleci Bordignon, elogiou a participação do grupo nas aulas de capacitação. “Achei as alunas muito participativas e interessadas, elas realizaram belos trabalhos. É muito bom trabalhar neste local, pois temos todos os meios para desenvolver as técnicas nas atividades, além do material abundante. Isso gera bons resultados.” Cleci conclui dizendo que “os cursos do Senar oferecem diversos conhecimentos, inserindo o aluno na sociedade. Além disso, funcionam como terapia e uma opção de renda.”

O CURSO

As aulas do curso de tingimento e pintura em tecido ensinaram a técnica de tingimento frio aplicada em peças como seda e algodão. Já o tingimento quente através do uso de tinta guarany, foi utilizado para customização de camisetas, calças e vestidos usando a técnica tie-dye. Trabalhos de pinturas com colagens e sombreados também foram desenvolvidos pelas alunas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Consulta Popular para elaboração da lei de uso e ocupação do solo e o novo código de edificações é até 18 de outubro

A Prefeitura de Sapiranga, através da Secretaria Municipal de Planejamento, Habitação, Segurança e Mobilidade, também informa que a comunidade pode […]