Sapiranga leva quase dez mil pessoas para a avenida no desfile oficial

Sapiranga leva quase dez mil pessoas para a avenida no desfile oficial

Carnaval 2016

Por quase cinco horas e com a participação de cinco escolas de samba, Sapiranga festejou seu carnaval com cerca de 10 mil pessoas prestigiando o desfile na Avenida João Corrêa na noite desta segunda-feira, 8 de fevereiro. A festa abriu por volta das 20h30 com representantes da escola de samba taquarense Mocidade Independente Jardim do Prado (convidada que entrou com participação especial de última hora  na festa fazendo um “esquenta” para a grande noite) e seguiu com  Escola de Samba Cruzeiro do Sul (a Cruzeirinho) de Novo Hamburgo, a Unidos da Ponte e Asas da Liberdade de Estância Velha, encerando com a anfitriã Unidos de Sapiranga, que fechou a folia em alto astral perto da 1 hora da madrugada.
A prefeita  Corinha Molling, que esteve no palanque oficial ao lado do deputado federal Renato Molling, de lideranças políticas, empresariais, militares, comunitárias, secretários municipais e vereadores, destacou a festa da Cidade das Rosas, ressaltando seu aspecto cultural e valorizando o trabalho da Unidos na pessoa de Valter Vanderlei Vacariano Pereira, presidente da escola sapiranguense, que foi a organizadora da folia na cidade. “Sapiranga tem tradição no carnaval e precisa manter viva esta festa que simboliza a cultura do nosso País. E é preciso destacar o trabalho da Unidos de Sapiranga que se esforçou para trazer este evento para a avenida, sempre com respeito e dedicação de seus integrantes, e trouxe alegria a milhares de pessoas aqui na avenida.” No desfile da Unidos, no aquece da bateria, o presidente Valter Pereira agradeceu à prefeita e também destacou a realização do carnaval sapiranguese, que continua forte e prestigiado, com a participação da população e visitantes de outras cidades. “Quero agradecer a prefeita Corinha por acreditar nesta festa, e o resultado está aí na avenida. O carnaval faz parte da nossa cultura e precisa ser valorizado!”
A festa começou com a entrega da chave da cidade ao Rei Momo Fabiano Machado, que após receber o símbolo das mãos da prefeita Corinha, também destacou a festa e deu como oficialmente aberta a folia. Além da sua rainha Tamires Duarte e das princesas, a corte sapiranguense teve a companhia de outras cortes de cidades vizinhas (Parobé, Novo Hamburgo e Estância Velha), que também foram para a avenida e fizeram uma espécie de “cordão real” defronte ao palanque para prestigiar a passagem das escolas.
A escolas visitantes deram show na avenida, desfilando entre a Rua São Pedro e Tiradentes, e que teve ainda a participação da turma da Paranóia Produções, com personagens diversos que, sob a coordenação do animador Luis Fernando Rodembuch (que também encarna há anos o palhaço Pirulito) animaram os intervalos entre um desfile e outro. Destaque entre as visitantes para a multicampeã hamburguense Cruzeirinho, que foi antecedida pelo bloco da taquarense Jardim do Prado e seguida pela apresentação 2 em 1 das escolas estancienses Unidos da Ponte e Asas da Liberdade. Mas a principal atração era a Unidos, que entrou cantando na avenida o samba enredo Unidos de Sapiranga Enaltece e Reverencia, em Verde e Rosa, o Mundo Mágico do Ditado Popular. A escola teve o desfile mais longo, com dois carros alegóricos de destaque, recuo de bateria verde-rosa e a emoção estampada no rosto de seus integrantes. “Foi uma bela festa. Valeu à pena!”, destacou Pereira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Website Protected by Spam Master