Caixa anuncia formas de cadastramento para auxílio emergencial de R$ 600 aos trabalhadores

Jornal Opinião

Trabalhadores informais, Microempreendedores Informais (MEI), autônomos e desempregados podem solicitar o auxílio emergencial de R$ 600,00. A medida do Governo Federal atenderá a população no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia da Covid -19. O benefício será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família. Nos casos em que a mulher é a única responsável pela sustentabilidade econômica da família, o valor pago mensalmente será de R$ 1.200,00.

Já os inscritos no Cadastro Único até o dia 20 de março de 2020, e que atendam às regras do Programa receberão sem precisar se cadastrar. Quem recebe Bolsa Família poderá receber o Auxílio Emergencial, desde que seja mais vantajoso. Neste período o Bolsa Família ficará suspenso aos que estiverem recebendo o Auxílio Emergencial.

PARA TER ACESSO AO BENEFÍCIO:

– Precisa ser maior de idade: ter mais de 18 anos;

– Não ter emprego formal: trabalhadores autônomos com rendas informais;

Não ser beneficiário: não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família (Obs.: Bolsa Família não impede receber Auxílio Emergencial);

– Renda familiar: renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);

– Rendimentos tributáveis: não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70;

– Exercer as seguintes atividades: ser microempreendedor individual (MEI) ou contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);

– Renda média: ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

Veja abaixo o passo a passo para solicitar o auxílio emergencial:

CADASTRO PELO SITE DA CAIXA

1. O trabalhador deve acessar a página inicial do site da CAIXA (https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio):

2. Na página seguinte, vêm os requisitos necessários para ter direito ao auxílio emergencial:

3. Em seguida, o trabalhador informal deve preencher dados como nome completo, CPF e data de nascimento:

4. Em seguida, é necessário preencher o número do celular para receber um código de verificação por SMS:

5. Assim que chegar por SMS, o código de verificação deve ser colocado no campo “código recebido”:

6. O trabalhador deve então informar a renda, o ramo de atividade, estado e cidade:

7. O trabalhador deve informar em seguida os dados dos integrantes da família que moram com ele:

8. O trabalhador escolhe se quer receber em conta já existente ou criar uma poupança digital:

9. Após informar a opção, trabalhador deve fornecer seu documento (RG ou CNH):

10. Em seguida vêm os dados fornecidos pelo trabalhador:

11. Na tela final, vem o aviso de que o pedido do auxílio emergencial está em análise:

CADASTRO PELO APP

1. O trabalhador deve acessar a página inicial do aplicativo:

2. Na página seguinte, vêm os requisitos necessários para ter direito ao auxílio emergencial:

3. Em seguida, o trabalhador informal deve preencher dados como nome completo, CPF e data de nascimento:

4. Em seguida, é necessário preencher o número do celular para receber um código de verificação por SMS:

5. Assim que chegar por SMS, o código de verificação deve ser colocado no campo “código recebido”:

6. O trabalhador deve então informar a renda, o ramo de atividade, estado e cidade:

7. O trabalhador deve informar em seguida os dados dos integrantes da família que moram com ele:

8. O trabalhador escolhe se quer receber em conta já existente ou criar uma poupança digital:

9. Após informar a opção, trabalhador deve fornecer os dados da conta:

10. Em seguida, vêm os dados fornecidos pelo trabalhador para revisão:

11. Mais dados fornecidos pelo trabalhador para revisão:

Telefone para tirar dúvidas

CAIXA também disponibilizou o telefone 111 para tirar dúvidas dos trabalhadores sobre o auxílio emergencialNão será possível se inscrever pelo telefone, apenas tirar dúvidas. Na manhã desta terça, o G1 tentou contato, mas o sistema estava indisponível.

Fonte: G1.com

Next Post

Sine de Sapiranga informa que seguro-desemprego pode ser solicitado de forma online via site ou aplicativo

O Ministério da Economia, por meio da Secretaria do Trabalho da Secretaria Especial da Previdência e Trabalho do Governo Federal, […]