Sapiranga e região está em bandeira preta preliminar e restringe atividades entre 22h e 5h

Jornal Opinião

Aulas presenciais não devem ser retomadas nas regiões com risco altíssimo a partir de terça, caso recursos não sejam aceitos, mas governo recomenda que medidas já sejam adotadas na segunda

O governador Eduardo Leite anunciou, no início da noite desta sexta-feira (19), que onze regiões do RS estão em bandeira preta no mapa preliminar, incluindo as cidades de abrangência do Jornal A Opinião, Sapiranga, Campo Bom, Araricá, Nova Hartz e Dois Irmãos. O mapa definitivo deverá ser divulgado na terça-feira (23), mas, segundo Leite, a margem para solicitação de recursos pelas prefeituras é pequena, devido ao agravamento do contágio e da transmissão do coronavírus no Estado. Por isso, o governo anunciou medidas emergenciais.

Uma das medidas adotadas pelo governo é a que suspende atividades gerais entre as 22h e 5h no Estado. A medida deve valer de 20 de fevereiro até 1º de março. Um decreto a ser publicado no sábado (20) deve detalhar a regra. O governador Eduardo Leite afirmou que não se trata de um toque de recolher. As atividades presenciais em escolas e universidades, tanto públicas quanto privadas, ficam suspensas nas regiões em bandeira preta. A regra deve passar a valer na próxima terça, quando entra em vigor o mapa definitivo. No entanto, o Estado recomenda que as atividades já sejam suspensas na segunda, quando está previsto o retorno de atividades presenciais na maior parte das instituições privadas do RS. Já nas regiões em bandeira vermelha, as atividades presenciais de educação podem ocorrer.

Fonte: Gaúcha ZH

Next Post

Dupla é presa por receptação em Sapiranga

Na noite de domingo (21/02), policiais militares da Força Tática do 32º Batalhão de Polícia Militar (32º BPM), prenderam dois […]