Campo Bom recebe 700 novas vacinas referentes à segunda dose

Jornal Opinião

Mais 700 doses da vacina contra o coronavírus chegaram a Campo Bom na manhã desta sexta-feira (5). Os imunizantes, que são do laboratório Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, referem-se a segundas doses para quem já recebeu a primeira aplicação, sendo 150 destinadas aos profissionais da saúde e 550, aos idosos acima de 85 anos. A vacinação para estas pessoas inicia na segunda-feira (8), com doses distribuídas entre as Estratégias de Saúde da Família (ESFs) e na Unidade Básica de Saúde (UBS) Paulista. Os idosos que se vacinaram nas ESFs não precisam se preocupar em agendar a vacinação, pois os profissionais da saúde entrarão em contato para isso. Da mesma forma, os idosos e profissionais da saúde que fizeram a primeira dose na UBS Paulista não precisam agendar, basta se dirigirem ao local.  Já os idosos que se vacinaram pela primeira vez na unidade Celeste também precisarão realizar a segunda dose na Paulista, já que a Celeste está dando suporte ao Hospital Lauro Reus em casos clínicos.

O prefeito Luciano Orsi explica que as segundas doses já ficam reservadas para o Município, portanto não há perigo de que a cidade não as receba. “Agora, ficamos na expectativa de logo recebermos novas primeiras doses do governo do Estado, caso contrário a vacinação precisará paralisar por falta do imunizante”, afirma. Ainda essa semana, o Município manifestou interesse em integrar o consórcio público para a compra de vacinas contra a Covid-19. A intenção dos gestores que aderiram ao consórcio é realizar a compra coletiva caso o envio de doses por parte do Ministério da Saúde se mantenha insuficiente à demanda das cidades.

UBS Paulista preparada para maior volume de vacinação

O Município já está se preparando para acomodar grupos mais volumosos com idades inferiores a 80 anos quando a hora da vacinação chegar. De acordo com o secretário da Saúde de Campo Bom, João Paulo Berkembrock, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Paulista é o posto de referência da vacinação no município e, portanto, foi montado um espaço para trazer mais conforto e comodidade aos pacientes, principalmente idosos. “Imaginamos que nos próximos 15 dias deve aumentar o número de doses a serem recebidas e, da mesma forma, a possibilidade de iniciarmos a imunização de outros grupos. Para isso montamos um espaço com toldo na unidade da Paulista, junto ao trailer da Saúde que é onde está ocorrendo a vacinação”, aponta.

Ainda segundo o secretário, 20 cadeiras poderão ser dispostas no local, com distanciamento para que não haja contato entre as pessoas. “Sabemos que vamos entrar em períodos de chuva, e com isso não podemos expor os pacientes, mas também não podemos promover aglomeração. Com esse espaço vamos conseguir realizar a imunização de forma segura, também separando as pessoas que buscam atendimento da unidade de saúde das pessoas que estarão lá pela vacinação”, explica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Centro de referência de síndromes gripais será no Parcão em Sapiranga

Neste sábado e domingo, dias 6 e 7 de março, os atendimentos no Centro de Referência de Síndromes Gripais ocorrerão […]