Bandeira preta segue até o dia 21 e proíbe venda de produtos não essenciais

Jornal Opinião

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, informou nesta sexta-feira (5) que a bandeira preta, de altíssimo risco para o coronavírus, seguirá valendo em todo o Estado até 21 de março. O sistema de cogestão, que permite flexibilização das atividades, também permanece suspenso durante este período.

Leite anunciou ainda a prorrogação da suspensão das atividades gerais entre as 20h e as 5h até 31 de março. Esta medida está em vigor no RS desde 20 de fevereiro.

Outra medida anunciada é a que proibe a venda de produtos não essenciais, como eletroeletrônicos e itens de bazar, em supermercados de forma presencial. A venda por delivery segue autorizada. A medida tem como objetivo de reduzir o movimento nos locais e evitar uma concorrência injusta com demais lojistas que estão proibidos de abrir as portas. Um decreto complementar deve ser publicado ainda nesta sexta, prevendo sanções aos estabelecimentos comerciais que descumprirem a regra, que começa a valer na segunda-feira (8).

Fonte: GZH

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Operação Bandeira Preta em Campo Bom na noite de sexta

Na noite de sexta-feira (05/03), a Brigada Militar em conjunto com a Polícia Civil, Vigilância Sanitária e Fiscalização de Trânsito […]