Filtro de Barro funciona mesmo?

Jornal Opinião

Atualmente, muitas pessoas nem imaginam o que é um filtro de barro. Com a facilidade das garrafinhas e galões de água, feitos de plástico e encontrados por todos os cantos, os filtros de barro acabaram sendo esquecidos por um bom tempo. No entanto, eles têm tudo para voltar, tanto pela moda “vintage”, quanto por sua funcionalidade e eficácia no quesito água pura, principalmente como alternativa para diminuir o consumo de plástico.

O filtro de barro é uma invenção brasileira que surgiu para atender à necessidade de controlar as epidemias causadas pelo consumo de água contaminada, que apareceram no final do século XIX e início do século XX.

Conta-se que, com a chegada dos imigrantes italianos e portugueses, no início do século XX, as primeiras velas que filtravam água (já existentes na Europa), foram trazidas por eles. Elas eram feitas de pedras porosas e utilizadas em filtros de metal ou de pedra.

Naquela época, havia uma jazida de argila no interior de São Paulo, a qual servia muito bem para a produção de potes de barro. Foi então que tiveram a ideia de fazer os filtros com a argila desse lugar e, além de filtrar a água, os filtros feitos de cerâmica ainda conseguem deixá-la bem fresca, mesmo no calor. A partir daí, os filtros de barro foram aperfeiçoados, até chegar aos que são comercializados hoje.

Mas será que o filtro de barro funciona mesmo?

Uma pesquisa realizada no Instituto Vital Brasil, no Rio de Janeiro, comprovou a eficácia dos filtros de barro. Os pesquisadores misturaram água de esgoto com água normal e depois colocaram no filtro de barro. Foram analisadas tanto a água colocada antes, quanto a extraída do filtro de barro, e o resultado foi surpreendente.

O Presidente do Instituto Vital Brasil, Edimilson Migowski, disse que a água extraída do filtro estava totalmente limpa e própria para beber, o que comprova com total segurança que os filtros de barro funcionam de fato, recebendo ainda uma nota 10 em sua avaliação.

Como o filtro de barro funciona?

Os filtros de barro são uma excelente opção para quem quer consumir uma água pura e fresquinha, sem gastar energia elétrica e sem precisar ficar comprando garrafinhas plásticas ou galões pesados, correndo o risco desses serem abastecidos com água da torneira.

Para fazer com que a água seja purificada, a parte superior do filtro armazena a água e, com a força da gravidade, ela passa por uma vela esterilizante, feita de material microporoso que retém as partículas sólidas e as impurezas. Depois, uma camada interna da vela, feita de prata coloidal, esteriliza a água, livrando-a de bactérias. Por fim, o carvão ativado que está contido no interior da vela, reduz a quantidade de cloro da água que vem da torneira, deixando-a ainda mais pura, livre de odores e de sabores impróprios.

A água filtrada é então armazenada na parte inferior do filtro que, por também ser de argila, faz com que haja uma troca de calor, mantendo a temperatura da água sempre fresca. Dessa maneira, os filtros de barro conseguem manter a temperatura da água até 5ºC mais fria do que a temperatura ambiente.

CONCLUSÃO: o filtro de barro é uma excelente criação brasileira que, além de econômico e simples, ajuda a contribuir para a preservação do meio ambiente, sem plástico, sem lixo, com água pura, saudável e fresquinha!

Fonte: greenme.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Força Tática do 32º BPM prende homem por tráfico em Sapiranga

Na noite de sexta-feira (26/03), policiais militares da Força Tática do 32º Batalhão de Polícia Militar (32º BPM), prenderam dois […]