Campo Bom inicia amanhã (10) a vacinação das pessoas acima de 63 anos

Jornal Opinião
Foto: Laura Poersch Schommer/PMCB

Chegou a vez das pessoas acima de 63 anos se vacinarem contra o coronavírus. O Município recebeu, nesta sexta-feira (9), 800 novas doses do imunizante Astrazeneca/Fiocruz, e vai começar a vacinar já no sábado (10). A vacinação segue ocorrendo por drive-thru no complexo do CEI e, para quem não pode ir de carro, a pé no ginásio do CEI. Serão disponibilizadas 400 doses para cada local, que poderão ser remanejadas conforme a demanda do dia. O atendimento será por ordem de chegada, das 9h às 12h ou enquanto durarem as vacinas. Para que o número de pessoas não ultrapasse o número de doses disponíveis, haverá distribuição de fichas no dia e local da vacinação. Para receber a dose é necessário apresentar documento com foto, CPF ou cartão SUS, carteira de vacinação e comprovante de residência em Campo Bom. Caso o comprovante esteja no nome de outra pessoa, esta deverá declarar por escrito que o outro mora no endereço informado. Neste dia, não haverá vacinação para profissionais da saúde. 

O secretário da Saúde de Campo Bom, João Paulo Berkembrock, lembra que mais uma vez o Município está seguindo a estratégia de vacinar a população poucas horas após a chegada das doses na cidade. “Novamente estamos recebendo as doses e imediatamente colocando-as à disposição da comunidade. Seguimos este protocolo desde que iniciamos a imunização pois acreditamos que o lugar das vacinas é com as pessoas, e não armazenadas em geladeiras”, diz o secretário, reforçando a agilidade das equipes da Secretaria da Saúde em se mobilizarem e rapidamente elaborarem o método de vacinação. 

Retomada das segundas doses será na segunda-feira (12) 

Os idosos acima de 70 anos e os profissionais da saúde que se vacinaram no dia 29/03 ou anteriormente poderão fazer a segunda dose na próxima segunda-feira, dia 12. Serão 500 doses disponibilizadas e, mesmo que as vacinas estejam marcadas para uma data posterior, o prazo mínimo para a segunda dose da CoronaVac/Butantan é de 14 dias, então passado esse período, já é possível fazer. As segundas dose das pessoas que se vacinaram com a Astrazeneca/Fiocruz não será neste dia. A imunização será por drive-thru no complexo do CEI e, para quem não pode ir de carro, a pé no ginásio do CEI. O atendimento será por ordem de chegada, das 9h às 13h ou enquanto durarem as vacinas. Para que o número de pessoas não ultrapasse o número de doses disponíveis, haverá distribuição de fichas no dia e local da vacinação. Para receber a segunda dose é necessário apresentar documento com foto, CPF ou cartão SUS, carteira de vacinação onde consta o registro da 1ª dose (obrigatório) e comprovante de residência em Campo Bom. Caso o comprovante esteja no nome de outra pessoa, esta deverá declarar por escrito que o outro mora no endereço informado. Neste dia, não haverá vacinação para profissionais da saúde. 

O prefeito Luciano Orsi diz que o Município não tem medido esforços para imunizar a população o mais rápido possível. “Será mais um sábado com nossos profissionais da saúde a postos para vacinação. Seguimos pedindo a compreensão de todos quanto à quantidade de doses, não são tantas quanto gostaríamos, mas infelizmente isso ainda não está na alçada da Administração, as vacinas vêm do Ministério da Saúde, que avalia o número da população de acordo com dados do IBGE de 2010 e, portanto, desatualizados”, explica. 

Recomendações antes da vacina

– Não ter tomado qualquer vacina até 15 dias antes;

– Não estar fazendo tratamento imunossupressor (se for o caso, precisará de liberação médica por escrito);

– Não ter tido resultado positivo de Covid há menos de 30 dias;

– Não estar com sintomas gripais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Governo do RS autoriza comércio não essencial em finais de semana e amplia horário de bares e restaurantes

Após seis semanas consecutivas com todo o território gaúcho sob bandeira preta nos indicadores de risco da pandemia, o governador Eduardo […]