Ensino remoto, um formato que tem funcionado muito bem em Campo Bom

Jornal Opinião

Secretária de Educação – Simone Schneider

No início do mês de maio do ano passado, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) inaugurava um novo jeito de dar aulas para Educação Infantil e Ensino Fundamental. A pandemia recém chegando a Campo Bom forçava os educadores a reinventarem seus métodos de ensino. E ao mesmo tempo em que a Administração Municipal buscava melhorar e ampliar a estrutura de saúde do município para combater o conoravírus, o prefeito Luciano Orsi debatia com a titular da Smec, Simone Schneider, alternativas para que as crianças e adolescentes não ficassem desassistidos, sabe-se lá por quanto tempo, pois as notícias sobre a pandemia, que chegavam, principalmente da Europa, davam conta de que a situação não seria nada fácil.

Prefeito de Campo BomLuciano Orsi

Assim, foi iniciada uma capacitação aos educadores da rede municipal de ensino, com objetivo de prepará-los para as aulas não presenciais, com ou sem o uso da tecnologia, sempre sob acompanhamento de um coordenador pedagógico. Simone Schneider lembrava, na época, que se tratava de “um trabalho elaborado em conjunto, considerando que não temos um modelo a ser seguido. Esta caminhada é um grande desafio, mas necessário para superar o momento que estamos vivendo”. Era preciso atitude e coragem para inovar, pois 9,5 mil alunos da rede municipal dependiam dessa iniciativa para não terem atrasos significativos no seu aprendizado.

Passado um ano desde aquela decisão importante, os educadores estão muito bem adaptados a esta nova realidade, os estudantes idem. E o ensino remoto de Campo Bom serve de modelo pela sua eficácia e qualidade. Não foi tarefa fácil, mas valeu o esforço de todas as 43 escolas da rede, entre EMEIs e EMEFs.

O prefeito Luciano Orsi, sempre ressaltando que educação é prioridade desde o início da gestão, comemora a continuidade na qualidade do ensino em Campo Bom, mesmo com a pandemia. “Graças a um esforço conjunto da Prefeitura e dos profissionais da educação, conseguimos vencer um ano de pandemia e alinhar nossas ações para 2021. Estamos preparados para, quando isso for possível, voltar a atender nossos alunos nas escolas, priorizando a segurança deles e garantindo que continuem recebendo uma educação transformadora”, diz o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Pessoas com comorbidades serão as próximas a se vacinar no Estado

Assim que os municípios terminarem de vacinar os idosos (pessoas com 60 anos ou mais) contra a Covid-19, poderão iniciar […]