Selo Seguro certifica estabelecimentos em dia com as medidas de prevenção contra a Covid-19

Jornal Opinião

Não por acaso, Sapiranga está entre as cidades mais visitadas na região. Com uma vocação turística em função de sua beleza natural, esportes de aventura, arte, cultura e a deliciosa gastronomia e cervejas artesanais, milhares de turistas do Brasil e do mundo circulam anualmente pela cidade. Para oferecer mais segurança aos turistas, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Turismo, Cultura e Desporto, incentiva os empreendedores locais a busca pelo Selo Responsável. Uma iniciativa do Ministério do Turismo que estabelece diversos protocolos de segurança e prevenção contra a Covid-19 para 15 diferentes segmentos do turismo.

Os estabelecimentos podem promover sua inscrição no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastrur), para ter acesso ao selo Turismo Responsável e dessa forma melhor receber os visitantes. “O selo é uma importante ferramenta para retomada das atividades turísticas, e será cada vez mais exigido na flexibilização do modelo de distanciamento controlado e, também pelo visitante que tem com o selo a segurança de que as normas estão sendo respeitadas”, destaca a secretária de Turismo, Roberta Rothen.

Atualmente existem 22 estabelecimentos em Sapiranga que já possuem o selo, evidenciando que a cidade é um destino seguro para o turista degustar ótimos sabores, relaxar e se divertir sem se preocupar. São empreendimentos no ramo da cerveja, camping, balneário, transporte, hotel, guia de turismo e organizadora de eventos, avaliados e contemplados com o selo.

A Secretaria de Turismo, Cultura e Desporto está à disposição para quem quiser solicitar o selo. O atendimento ocorre através do e-mail turismo.@gmail.com ou pelo telefone (51) 3599-1033.

SELO ESTABELECIMENTO SEGURO

O Ministério do Turismo lançou o selo Turismo Responsável, um programa que estabelece boas práticas de higienização para cada segmento do setor. O selo é um incentivo para que os consumidores se sintam seguros ao viajar e frequentar locais que cumpram protocolos específicos para a prevenção da Covid-19, posicionando o Brasil como um destino protegido e responsável. Para ter acesso ao selo, as empresas e guias de turismo precisam estar devidamente inscritos no Cadastur – Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos. Essa é a primeira etapa do Plano de Retomada do Turismo Brasileiro, coordenado pelo Ministério do Turismo, com o objetivo de diminuir os impactos da pandemia e preparar o setor para um retorno gradual às atividades.

A relação de quem aderiu ao selo pode ser conferida no site

http://antigo.turismo.gov.br/seloresponsavel/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Campo Bom facilita o acesso à Campanha do Agasalho para 400 famílias com crianças matriculadas na rede municipal

A Campanha do Agasalho, que ocorre durante todo o ano no Ginásio Municipal, está com um diferencial para facilitar o […]