Rio Grande do Sul deve entrar em bandeira vermelha em novo decreto

Jornal Opinião

O Rio Grande do Sul deve voltar à bandeira vermelha nos próximos dias. De acordo com a jornalista Kelly Mattos, da GZH, o Governo do Estado prepara um novo decreto que colocará todas as regiões em bandeira vermelha.

Com a mudança no Distanciamento Controlado, o Governo poderá contornar a decisão judicial que impede o retorno das atividades presenciais de ensino e retomar, de forma gradual, as aulas em todo o território gaúcho.

A jornalista divulgou em sua coluna o conteúdo que será publicado nas próximas horas:

“Após análises dos grupos técnico e estudos, concluímos por ajustar a salvaguarda da bandeira preta no Estado. Ela continuará existindo, mas passará a ser acionada apenas quando o indicador de leitos atingir 0,35, depois de um ciclo de piora na disponibilidade, sendo desativada quando se observar um ciclo de pelo menos 14 dias de melhoria de leitos. A salvaguarda da bandeira preta regional será extinta – sendo mantida a da bandeira vermelha. Assim, todo o Estado estará em bandeira vermelha a partir da publicação de um novo decreto”.

O Rio Grande do Sul está, desde 25 de fevereiro, dentro da bandeira preta, com risco altíssimo de contágio pela Covid-19. A bandeira foi estabelecida e fixada em virtude da alta taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), alinhada ao contágio que chegou a ser o maior do Brasil em alguns momentos.
Ainda de acordo com a jornalista, a decisão será divulgada após reunião de emergência, convocada pelo governador Eduardo Leite. Participam o presidente da Assembleia, Gabriel Souza; o presidente da Famurs, Maneco Hassen; o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo; além do secretário-chefe da Casa Civil, Artur Lemos.

Fonte: cliccamaqua.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Prefeitura de Sapiranga concede microcrédito a empresas licenciadas de transporte escolar

Empresários sapiranguenses do ramo de transporte escolar licenciado recebem atenção especial da Administração. A Lei Municipal nº 6717/2021 que autoriza […]