Campo Bom começa a vacinar pessoas com comorbidades nesta quarta

Jornal Opinião

Campo Bom retoma a vacinação contra o coronavírus nesta quarta-feira (5), quando serão disponibilizadas cerca de 1.300 doses da Astrazeneca/Fiocruz, no drive-thru no Complexo do CEI e no Ginásio do CEI (para quem estiver a pé).  O atendimento será das 9 às 13 horas, ou enquanto houver doses, para pessoas com comorbidades, com idade entre 59 e 57 anos. Para que a quantidade de pessoas não ultrapasse o número de doses disponíveis, haverá distribuição de fichas no dia e local da vacinação. Já na quinta-feira (6), no mesmo local e horário, serão atendidas pessoas com comorbidades, com idade entre 56 e 55 anos completos.

As comorbidades incluídas nos grupos prioritários presentes no plano estadual de vacinação contra a Covid-19 são as seguintes:

  • Diabetes Mellitus (DM).
  • Pneumopatia crônica grave.
  • HAS resistente.
  • HAS estágio 3.
  • HAS com lesão em órgão alvo.
  • HAS associada a comorbidade.
  • Insuficiência cardíaca (IC).
  • Cor pulmonale e Hipertensão pulmonar (HAP).
  • Doença Arterial Coronariana (DAC).
  • Valvulopatias cardíacas.
  • Prótese valvar.
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias.
  • Doenças de Grandes vasos e fístulas arteriovenosas.
  • Arritmias Cardíacas.
  • Cardiopatia Congênita no adulto.
  • Doença Cerebrovascular.
  • Doença Renal Crônica (DRC).
  • Imunossupressão.
  • Câncer.
  • Hemoglobinopatias graves.
  • Obesidade grau 3.
  • Cirrose Hepática.
  • Síndrome de Down.
  • Gestação ou Puerpério com ou sem comorbidades.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Para se vacinar a pessoa deverá apresentar documento com foto, CPF ou cartão SUS, carteira de vacinação, carteirinha pré-natal para gestantes, certidão de nascimento/carteirinha de vacinação do RN para as puérperas e comprovante de residência em Campo Bom. Caso o comprovante de residência esteja no nome de outra pessoa, esta deverá declarar por escrito que o outro mora no endereço informado.

RECOMENDAÇÕES ANTES DA VACINA

  • Não ter tomado qualquer vacina até 15 dias antes;
  • Não estar fazendo tratamento imunossupressor (se for o caso, precisará de liberação médica por escrito);
  • Não ter tido resultado positivo de Covid há menos de 30 dias;
  • Não estar com sintomas gripais.

O prefeito Luciano Orsi ressalta que a Prefeitura de Campo Bom continua aguardando a chegada de imunizantes CoronaVac/Butantan para a segunda dose de pessoas que já deveriam ter completado a vacina, considerando o período de 28 dias entre as doses. “Não temos medido esforços, buscando agilizar a vacinação. Seguimos as determinações do Plano Nacional de Imunização quanto aos grupos prioritários”, explica o prefeito.

O secretário de Saúde, João Paulo Berkembrock, diz que as pessoas acima dos 60 anos que, por ventura, não tenham conseguido tomar a primeira dose continuarão sendo atendidas nos dias de vacinação. “Também estaremos atendendo gestantes acima dos 18 anos, puérperas (até 45 dias após o parto) acima dos 18 anos e pessoas com síndrome de Down, também acima dos 18”, observa o secretário.

VACINAÇÃO SOLIDÁRIA

Também segue a campanha da Vacinação Solidária, que está fazendo sucesso durante a imunização contra a Covid e contra a Influenza. Com o propósito amparar os campo-bonenses em situação de vulnerabilidade, a Prefeitura está arrecadando alimentos não perecíveis nos locais de vacinação. Já foram arrecadados 1.115 quilos de alimentos e 190 litros de leite.

VACINÔMETRO

Campo Bom já aplicou 11.490 primeiras doses da vacina contra o coronavírus e 4.678 segundas doses. Isso significa que o município aplicou 88,5% das doses recebidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Emoção e alegria na retomada das aulas em Campo Bom

Na segunda-feira (3), as crianças da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental, da rede municipal de ensino de […]