Prefeitura de Campo Bom promove conscientização sobre segurança do idoso

Jornal Opinião

Em alusão ao Junho Violeta, na terça-feira (15), Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, Campo Bom teve ação na Praça João Blos. A assistente social Odali Catafesta e a psicóloga Amélia Teixeira, da Secretaria de Assistência Social e Habitação (Smdsh), passaram a manhã entregando a cartilha sobre violação dos direitos dos idosos.  “A Campanha aborda medidas para prevenir e identificar situações de violência, negligência e abuso contra os idosos. Mais do que tratá-los com dignidade e respeito, é preciso denunciar os casos de violência. Sabemos que amor, culpa e vergonha, muitas vezes impedem as denúncias e por isso a importância da conscientização”, destaca o prefeito Luciano Orsi.

De acordo com os dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), foram registrados 33,6 mil casos de violência contra pessoas idosas no Brasil nos primeiros meses de 2021, por meio do Disque 100 (plataforma do Governo Federal que acolhe situações de violações contra os direitos humanos). Existem diversos tipos de violência: física, psicológica, sexual, abandono, financeira, autonegligência e a medicamentosa.

O secretário da Smdsh Gabriel Colissi, explica que qualquer pessoa que identificar casos de violência ao idoso, pode denunciar. “Depois da denúncia feita, a secretaria faz uma busca ativa do morador. A partir disso, é encaminhado o acolhimento e iniciam os atendimentos psicossociais no Creas”, afirma, complementando que as denúncias podem ser feitas de forma anônima.

Durante todo o mês de junho, materiais informativos com medidas para prevenir e identificar as situações de violência contra idosos serão distribuídos pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

Denúncias

Em de identificação de idosos passando por qualquer tipo de violência, denuncie: pode ser pelo Disque 100, diretamente no Creas por meio do telefone (51) 3597-1248 ou e-mail creas@campobom.rs.gov.br, no Ministério Público ou na delegacia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Estão abertas as inscrições para subsídio de transporte universitário em Sapiranga

A Prefeitura de Sapiranga lançou o edital referente às inscrições para o recebimento do Subsídio de Transporte Universitário para o […]