Campo Bom atende 115 famílias através dos programas Primeira Infância Melhor e Criança Feliz

Jornal Opinião

Buscando oferecer assistência familiar e promover o desenvolvimento integral na primeira infância, a Prefeitura de Campo Bom atende 115 famílias através dos programas Primeira Infância Melhor (PIM) e Criança Feliz (PCF). O atendimento ocorre por meio de visitas domiciliares realizadas periodicamente a famílias com gestantes e crianças menores de seis anos em situação de risco e vulnerabilidade social. Em Campo Bom, os programas são coordenados pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, e contam com apoio das secretarias de Educação e Cultura e de Saúde. “Trabalhamos para que nossas crianças em situação de vulnerabilidade se desenvolvam plenamente, e por isso o atendimento começa durante a gestação. Com esse acompanhamento, elas poderão fortalecer suas capacidades físicas, intelectuais, sociais e emocionais para o futuro”, aponta o prefeito Luciano Orsi. 

Nos atendimentos às gestantes são desenvolvidas atividades trabalhando o vínculo mãe/bebê, a gestação, o período pré-natal e a importância da família desde o início da gravidez. Já com as crianças, são realizadas atividades que promovem seu desenvolvimento integral (motor, cognitivo, socioafetivo e linguístico), fortalecem seu vínculo com a família e as ajudam a identificar a necessidade de acesso a serviços e direitos. As visitas são realizadas por estagiárias de pedagogia e psicologia, e em função da pandemia, foram adaptadas para o modo híbrido, para que pudessem ocorrer de forma segura tanto para as famílias quanto para a equipe. Para famílias que não possuem acesso à internet, são entregues em sua residência as atividades impressas e os materiais necessários. 

Ambos os programas são acompanhados em Campo Bom pelo Grupo Técnico Municipal (GTM), composto por um profissional da Assistência, um da Saúde e um da Educação. A supervisora do PIM e do PCF em Campo Bom, Simone Aparecida de Oliveira, informa que os programas são voltados ao desenvolvimento infantil, mas também às dificuldades presentes na família. “Trabalhamos com o olhar do todo, para que a criança e a família possam estar vinculadas em seus próprios laços afetivos e à sociedade”, explica. 

As famílias são atendidas pelos programas Primeira Infância Melhor e Criança Feliz conforme seu perfil. As que se enquadrarem aos critérios são encaminhados pela Assistência ou pelo sistema de busca ativa do programa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Conhecidos os campeões do Aberto de Xadrez Cidade de Campo Bom

Maya Boesel Ribeiro (Sub-8), de São Leopoldo; Arthur Frantz Levermann (Sub-10), de Santa Cruz do Sul; Lucas Gomes Bezerra (Sub-12), […]