EMEF Pastor Rodolfo Saenger completa 62 anos de histórias em Sapiranga

Jornal Opinião

62 anos de muitos ensinamentos e aprendizados. São 62 anos de história, celebrados nesta quarta-feira, 30 de junho, pela Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Pastor Rodolfo Saenger, uma das escolas mais antigas de Sapiranga. Para comemorar, neste ano em que abraços e festas estão suspensos, a direção optou em propor aos alunos que fizessem uma releitura da fotografia do patrono da escola, o Sr. Rodolfo Saenger, atividade que mobilizou a comunidade escolar e surpreendeu a equipe diretiva.

“Ficamos muito satisfeitos com o retorno das famílias. Quando pensamos na ideia da releitura, consideramos por ser uma atividade abrangente e democrática. E como foi um concurso on-line, todos puderam realmente participar. A maioria das fotos teve mais de 100 curtidas e a postagem gerou 59 compartilhamentos. Só aconteceu porque as famílias pegaram junto. E isso foi muito bom”, avaliou a diretora da escola, Andréia Fleck. A maioria dos alunos dos anos finais utilizaram o desenho para a releitura. Alguns usaram colagem e outros, tinturas, conforme o conteúdo trabalhado em sala de aula. Já os pequenos, dos anos iniciais, completaram a atividade através de fotos. “Trouxemos o terno e eles se caracterizaram como o pastor”, explica a diretora. Todos os trabalhos foram expostos nos corredores da escola para a comemoração do aniversário, ocorrida nesta quarta-feira, 30.

Venceram os trabalhos mais curtidos nas redes sociais

Para os anos finais ficou estabelecida duas categorias: 6.º e 7.º ano, e 8.º e 9.º ano. Cada desenho contou com propostas e olhares diferentes, conforme a percepção do aluno. Os ganhadores de cada categoria, cujas releituras conquistaram mais curtidas nas redes sociais, foram Erick Souza de Oliveira, de 12 anos, do 7.º ano, e João Pedro Schuh, de 13 anos, do 8.º ano. “Usei lápis 6B e demorei três dias para finalizar meu desenho. Sempre gostei de desenhar e aprendi com meu pai. Gosto de desenhar pessoas. E para esse, primeiro fiz o esboço e depois fui dando os retoques. Gostei bastante do resultado”, conta Erick, que teve 184 curtidas na foto do seu desenho. João, cuja foto contou com mais de 170 curtidas, também usou lápis para desenhar o patrono da escola. “Já desenhei direto. Gosto bastante de desenhar e comecei a me fascinar vendo os desenhos do meu pai. Eu olhei cada detalhe da foto original e fui desenhando, levei umas cinco horas”, relata João.

EMEF Pastor Rodolfo Saenger iniciou em 1959 com 11 alunos

A história da tradicional escola Pastor inicia em 30 de junho de 1959, quando era chamada de Escola Isolada do Bairro Centenário. Com apenas uma professora, a Sra. Ester Winterle Schmidt, e 11 alunos, as aulas aconteciam na casa do senhor Ewaldo Krummenauer. Apenas um ano depois, em 1960, a escola recebeu a doação de um terreno e em 1963 conquistou seu prédio próprio. Em 1966 o espaço já ficou pequeno e precisou de uma ampliação. Em 1968 foi elevada à Escola Municipal, e recebeu o nome que a identifica até hoje: Pastor Rodolfo Saenger. Homem nascido em Sapiranga em 1908. Formou-se teólogo na Alemanha e exerceu suas funções de pastor e professor na direção do Colégio Sinodal de São Leopoldo durante 25 anos. Faleceu em 1963.

Escola que faz a diferença entre toda comunidade escolar

“Saber que a escola prospera e que somos procurados por muitos em função da qualidade do ensino me alegra e me traz uma sensação muito boa” comemora Andréia, que valoriza o trabalho de toda a equipe de professores. “Não sou eu, a diretora, mas uma equipe trabalhando. Nós temos um corpo docente muito comprometido. Trabalham duro e respondem aos nossos desafios. Nosso grupo é unido, o que foi fundamental para atravessarmos este ano de pandemia”, valoriza. Para o futuro, a expectativa é por um retorno totalmente presencial das aulas, essencial para alunos e professores. “Queremos trabalhar cada vez mais com a questão da qualidade. Neste ano em que ainda temos o ensino híbrido, precisamos aproveitar ao máximo aquele tempo em que estamos em sala de aula. E esse aprendizado é muito importante. Estamos investindo em tecnologias para que nossos professores tenham cada vez mais recursos e possamos otimizar a aprendizagem”, revela a diretora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Secretaria de Saúde recebe nova ambulância para uso da UPA 24 H

Uma nova ambulância, zero quilômetro, foi recebida na tarde desta quinta-feira, 1º de julho, pela Secretaria Municipal de Saúde de […]