Sistema de testagem preventiva e de acompanhamento é pauta em Campo Bom

Jornal Opinião

Como prefeito de Campo Bom e presidente da Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars), Luciano Orsi propôs reunião sobre um novo modelo de monitoramento da evolução do coronavírus. O momento é voltado para gestores municipais de saúde e visa a construção de um sistema de testagem e acompanhamento tanto de infectados quanto contactantes do vírus. O debate sobre a implementação ocorre na próxima quarta-feira, dia 8, às 17h.

A inciativa do prefeito tem propósito importante. “Desde o início monitoramos como o coronavírus se comportava na nossa cidade e região, e agora, mesmo com a chegada das vacinas, isso não é diferente. Priorizamos não uma estagnação, mas sim, a redução constante das contaminações em Campo Bom e nos municípios da Amvars. O objetivo é traçar uma estratégia efetiva”, destaca Orsi.

João Paulo Berkembrock, secretário de Saúde, avalia como uma medida de controle. “Mapeando esse andamento podemos identificar possíveis vertentes preocupantes e trabalharmos com antecedência para que não seja reincidente”.

Para qualificar o cunho técnico da conversa, também participará o pesquisador Fernando Spilki, professor da Universidade Feevale e coordenador da Rede Corona-ômica da Rede Vírus, vinculada ao Mistério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), bem como a Maria Leticia Rodrigues Ikeda, professora do Programa de Pós-Graduação de Saúde Coletiva da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e médica na Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Prefeitura faz melhorias no campo do Riograndense

A Prefeitura de Campo Bom segue cuidando dos espaços públicos e de suas praças de esportes, mesmo com as restrições […]