SMED promove capacitação aos professores e demais integrantes da comunidade escolar da Educação Básica

Jornal Opinião

A Secretaria Municipal de Educação (SMED), através do Polo Universitário de Educação a Distância (Polo UAB/Sapiranga) em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), oferecerá cursos em diversas áreas a todos os professores e demais integrantes da comunidade escolar da Educação Básica do Município. O Programa “Temas Emergentes e Ensino Híbrido para Educação Básica” consiste em 18 cursos independentes, cada um com duração de quatro semanas (totalizando 40 horas) e com dois encontros virtuais síncronos (ofertados das 19h até as 20h30min). As formações acontecerão de julho a dezembro de 2021.
“Ficamos muito felizes em oportunizar esses cursos diversificados. A parceria com uma universidade renomada como a UFSM, é uma ótima oportunidade para aprimorar os conhecimentos”, destaca a secretária municipal de Educação, Cláudia Kichler.

Serão ofertadas, mensalmente, três opções de cursos de capacitações, transmitidos pelas plataformas Google Classroom (Sala de Aula), Farol UFSM e YouTube. Cada servidor municipal poderá escolher apenas um curso por mês, dentre os assuntos disponíveis. Para certificação e permanência no programa, os servidores deverão participar dos dois encontros virtuais de cada curso. Caso o cursista não assista os dois ou um encontro, será considerado evasão/desistente, e acarretará no desligamento e perda da vaga nos demais cursos.

Conforme a Secretaria de Educação, o intuito do programa de extensão é refletir, principalmente, sobre o ensino híbrido no contexto escolar durante a pandemia e pensar sobre a construção de conhecimento dos envolvidos, com uma visão multidisciplinar e crítico-reflexiva. A realização dos cursos permitirá o desenvolvimento de estratégias para a oferta de um ensino democrático na educação básica, buscando assegurar o direito à aprendizagem de qualidade.

Pensar em alternativas que propiciem o acesso ao conhecimento e a interação entre diferentes sujeitos, especialmente num período caracterizado pelo cancelamento das atividades presenciais e do confinamento social, é disponibilizar um ambiente que fortaleça o conhecimento e a aprendizagem. Mais do que planejar os protocolos sanitários para a segurança de toda a comunidade escolar, é necessário articular estratégias que atendam aos novos desafios da educação, como os temas emergentes que envolvem o ensino remoto e à distância.


OBJETIVOS DO PROJETO

– Apoiar o planejamento, a produção e a elaboração de práticas educativas no ensino híbridos para professores e a comunidade escolar, ampliando o universo cultural e possibilitando diálogos problematizadores;
– Fortalecer a comunidade escolar durante o ensino híbrido, potencializando a qualificação através do trabalho colaborativo e interativo;
– Valorizar a realidade vivenciada na construção do conhecimento, a fim de diminuir a evasão e formar estudantes mais autônomos;
– Possibilitar, mesmo no cenário de pandemia e isolamento social, a reflexão sobre diferentes temáticas;
– Promover a interação da comunidade escolar das instituições da Educação Básica com a Universidade Federal de Santa Maria através do contato com instrutores, estudantes de graduação e pós-graduação, professores e pesquisadores.


CURSOS DISPONÍVEIS

JULHO: Ensino híbrido na educação básica: reflexões em tempos de pandemia; Alimentação e promoção da saúde no ambiente escolar; Comunicação não violenta e mediação de conflitos.

AGOSTO: Uso de tecnologias digitais para gravar e editar áudios e videoaulas; Desafios da gestão escolar no ensino híbrido durante a pandemia; Relações humanas no contexto escolar: a importância da inteligência emocional no trabalho em equipe.

SETEMBRO: Boas práticas de fabricação na alimentação escolar; Uso de tecnologias digitais para realizar lives para aulas, aulas abertas webinar e eventos; Direitos autorais e licenças abertas: utilização de materiais didáticos no ensino híbrido.

OUTUBRO: Uso de tecnologias digitais para elaboração de materiais didáticos diferenciados; Recursos educacionais para a Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental em época de pandemia: Algumas possibilidades de jogos online; Aprendizagem baseada em problemas.

NOVEMBRO: Aproveitamento integral dos alimentos; Uso de tecnologias digitais para elaboração de avaliações; Relações entre saúde mental, professores e comunidade escolar.

DEZEMBRO: Uso de tecnologias digitais para elaboração de banners, folders e convites; Sustentabilidade e agroecologia no ambiente educacional; Desafios do lúdico no ensino remoto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Post

Grave acidente na Avenida dos Municípios em Campo Bom

Na manhã desta quinta-feira, 24/06/2021, um grave acidente na Avenida dos Municípios em Campo Bom, próximo ao acesso da ERS […]