Em Campo Bom, Campanha do Agasalho dura o ano inteiro e gera histórias de solidariedade

Jornal Opinião

Marines Zerwes, uma aposentada de 60 anos; Ana Maria Bittencourt, Maria Luísa Bittencourt, Maria Júlia Bittencourt, Nara Rosane Carvalho e Izabel Fontoura, um grupo de cinco mulheres: estes são os nomes de duas histórias de solidariedade. Marines doou tempo e carinho ao costurar 113 calças que irão vestir crianças campo-bonenses nos dias frios que se aproximam. As outras cinco mulheres doam amor e dedicação, algumas há mais de cinco anos, ao realizar trabalho voluntário para a Campanha do Agasalho de Campo Bom. A campanha dura o ano inteiro e no dia 21 de maio, das 8h às 12h30 no Ginásio Municipal, ocorre uma grande ação de distribuição das doações, momento em que aqueles que mais precisam podem retirar roupas para se aquecer no inverno.

Para o prefeito Luciano Orsi, a ação é uma importante iniciativa da Administração Municipal, mas que só cumpre seu objetivo por ser apoiada pela comunidade. “São gestos como os da Marines e das voluntárias da campanha que nos permitem seguir trabalhando por uma Campo Bom digna e justa para todos”, afirma. A Campanha do Agasalho é uma promoção do Gabinete da Primeira-dama Kátia Orsi e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação (SMDSH). “Além do evento no ginásio, a doação segue, inclusive de forma itinerante, quando as equipes da Prefeitura levam as roupas aos bairros”, destaca a primeira-dama. “A secretaria continua aberta às doações, com o objetivo de levá-las aos que mais precisam, mas é importante observar que já há peças suficientes para a ação do próximo dia 21, o que confirma o fato de ser o povo campo-bonense um povo solidário”, diz o secretário da SMDSH Gabriel Colissi.

Os materiais para a confecção das calças costuradas pela Dona Marines foram cedidos pela SMDSH. Ela levou cerca de um mês e meio para, entre as atribuições do dia a dia, terminar as peças. O grupo de cinco mulheres voluntárias, do qual três são irmãs — Ana, Luísa e Júlia —, além de organizar as roupas que irão servir aos que buscarem as doações, também confecciona, a partir das peças que não são aproveitadas, roupas de bonecas, que serão igualmente doadas na Campanha do Agasalho. As voluntárias são coordenadas pela funcionária da SMDSH Mariele Cristina Sopran.

Para retirar as roupas no evento do dia 21, basta levar documento de identificação e comprovante de residência em Campo Bom. Além disso, nas terças e quintas-feiras, também é possível retirar doações no Ginásio Municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Próximo Post

Sulserve aponta retomada dos setores de Padaria, Gastronomia e Hotelaria

Chegou ao fim nesta quinta-feira (12) a 3ª Sulserve – Feira de Padaria, Gastronomia e Hotelaria. Durante os últimos três dias, a Fenac, […]