Governo do Estado investe R$ 3,8 milhões na construção de Escola Indígena

Jornal Opinião
Foto: Saul Teixeira – Ascom SOP/RS

A nova Escola Estadual Indígena de Ensino Fundamental Guarani, em Salto do Jacuí, está prestes a virar realidade. O governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), investirá R$ 3.805.152,17 na construção do prédio. A unidade contará, entre outros, com biblioteca, quadra poliesportiva e cinco salas de aula, colocando a instituição no patamar de escola indígena padrão.

O projeto prevê, ainda, a construção de auditório, laboratórios de Ciências e de Informática, refeitório, cozinha, banheiros, sala infantil e sala de professores, entre outros. A área total construída será de 4,6 mil m², beneficiando 60 alunos na reserva indígena do Saltinho, no interior do município.

O secretário estadual de Obras e Habitação, José Stédile, assinou a Ordem de Início dos Serviços, na última terça-feira (11/01), no gabinete da Secretaria de Obras e Habitação, em Porto Alegre. “A escola padrão será fundamental para manter e fortalecer as raízes, a cultura e a história da comunidade Guarani”, refletiu. Ele também destacou o trabalho conjunto entre a SOP e a Seduc como determinante para o sucesso da iniciativa.

A empresa responsável é a MTX CONSTRUÇÕES LTDA. As obras serão fiscalizadas pela SOP por meio da 9ª Coordenadoria Regional de Obras Públicas (CROP) com sede em Cruz Alta. O prazo de execução é de 360 dias corridos.

Saiba mais

Ao todo, no Rio Grande do Sul, são 90 escolas indígenas e mais de 7 mil estudantes distribuídos nas regiões das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) de Porto Alegre, Pelotas, Santa Maria, Cruz Alta, Osório, Guaíba, Santo Ângelo, Erechim, Palmeira das Missões, Três Passos e Gravataí. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Próximo Post

Vídeo do incêndio na Calçados Beira Rio nesta tarde de segunda (17) impressiona!

Nesta tarde de segunda (17) por volta das 15h20 um incêndio foi registrado na Calçados Beira Rio, filial 30 em […]