Inicia-se a vacinação da Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos em Sapiranga

Jornal Opinião

Às 7h desta quarta-feira, 19, a Bruna Carminatti, 11 anos, já estava acompanhada pela sua mãe a avó na Estratégia de Saúde da Família (ESF) São Paulo, que fica no bairro São Jacó. O motivo de elas terem saído tão cedo de casa foi muito especial para a família: chegou a hora da vacinação da pequena. A Bruna foi a primeira criança a ser vacinada contra a Covd-19 em Sapiranga e a sua coragem e alegria por esse momento emocionou toda a equipe da ESF. A vacinação para crianças de 5 a 11 anos de idade com comorbidades ou deficiências permanentes ocorre das 7h30min às 12h também nas unidades de Saúde do Centro, ESF João Goulart (Bairro Voo Livre) e ESF Morada São Luiz. A previsão é de que a imunização continue na próxima semana com data ainda a ser divulgada.

“A vacinação é nossa melhor opção. Por isso, assim que soubemos do dia, já nos organizamos para trazer ela. Saber que ela foi a primeira criança a se vacinar na cidade é motivo de orgulho pra mim, mostra que estamos fazendo a coisa certa”, afirmou a mãe da Bruna, Estela Morgenstern. O estudante do 5º ano, Wesley Petry também foi um dos primeiros a ganhar os “superpoderes” contra a Covid-19. “Não tive medo e nem doeu. Acho importante que todos façam a vacina, pois logo começam as aulas e assim ficaremos tranquilos”, explicou.

Quem passou nas unidades de saúde pode ver as salas de vacinação coloridas e decoradas com balões e cartazes para receber os pequenos. Até o Hulk, o Capitão América e a Mulher Maravilha acompanharam as crianças para dar ainda mais força nesse momento tão importante. Como lembrança, os vacinados estão ganhando um ‘certificado de coragem’ com o seu nome para comprovar que a missão de tomar a primeira dose da vacina foi cumprida com muita bravura.

O intervalo para a segunda dose da Pfizer Pediátrica está sendo de oito semanas.

Pais e responsáveis devem ficar atentos as novas datas

As novas datas de vacinação para as crianças de 5 a 11 anos ainda serão definidas conforme a entrega das doses da vacina Pfizer Pediátrica por parte do Governo do RS. O calendário será divulgado no site da Prefeitura, bem como redes sociais. Nos horários em que ocorre a vacinação pediátrica não há aplicações de outras vacinas.

É necessário apresentar a carteira de vacinação da criança e documento de identificação dela e dos pais. A orientação é de que a criança não tenha tomado nenhuma vacina até 14 dias.

Após vacinada contra a Covid, diferentemente dos adultos, a criança deve aguardar até 20 minutos no local como forma de cautela seguindo uma orientação do Ministério da Saúde. 

Nesse primeiro momento estão sendo vacinadas as crianças com comorbidades ou deficiências permanentes. É necessário apresentar comprovação mediante receita médica, exames ou laudo (não precisa ser atual). São as deficiências: motora, auditiva, visual, intelectual/sensorial e mental. São as comorbidades as doenças respiratórias como asma, doenças neurológicas crônicas, distúrbios do desenvolvimento neurológico e doenças neuromusculares, obesidade, imunodeficiência, doença cardiovascular (cardiopatias), pneumopatias, neoplasias, doenças hematológicas, diabetes Mellitus, Síndrome de Down, doença renal crônica e doença hepática.

A estimativa é de que mais de 7,8 mil crianças sejam imunizadas contra a Covid-19 em Sapiranga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Próximo Post

Educação de Sapiranga é ouro: dois estudantes conquistaram as melhores colocações na Olimpíada Brasileira de Matemática

A rede municipal de Educação é destaque na 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). São 41 os […]